Governo de Minas Gerais promove curso inédito para pessoas com síndrome de Down
Alunos de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, receberão capacitação técnica de cursos do Pronatec
Publicado: 22/09/2017 10:55 | Atualizado: 10/10/2017 13:49
Ariel Thêmis/Pronatec Sedectes Ariel Thêmis/Pronatec Sedectes

Pela primeira vez no Brasil, o Governo do Estado de Minas Gerais vai ofertar cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para pessoas com Síndrome de Down. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) e a Prefeitura Municipal de Pelo Leopoldo.       

Ao todo serão ofertadas 25 vagas para pessoas com deficiência intelectual. O curso de recepcionista de eventos tem 200 horas de conteúdo e duração aproximada de três meses. “A Sedectes atua hoje de diferentes formas no incentivo ao mercado de trabalho por meio de projetos de inovação e empreendedorismo. Nossa meta é contribuir na capacitação nas mais diversas formas, buscando uma sociedade mais justa e igualitária”, destacou o secretário Miguel Corrêa.

O curso, que acontece dentro da Escola Municipal José Elias da Costa, teve início na quinta-feira (21) para os 17 alunos que já se inscreveram. O primeiro momento contou com a participação dos alunos e familiares, além de autoridades municipais. Os pais dos alunos contemplados com a oportunidade comemoraram a possibilidade de um futuro de trabalho e autonomia. Para Clayton Ventura, pai do aluno André, o curso vai realizar um papel importante de inserção para as pessoas com necessidades especiais do município. “Essa modalidade vai preparar as pessoas que são tão especiais para nós. O curso do Pronatec Sedectes veio facilitar a oportunidade para absorção no mercado de trabalho. Sempre tive a esperança de que meu filho seguiria a vida independente e feliz”, contou emocionado.

A coordenadora-geral do Pronatec Sedectes, Cristiane Saldanha, salientou que a perspectiva é de que o benefício do curso destaque a capacitação profissional dos alunos. "Buscamos inovar nos cursos que a secretaria já oferece desde o início do ano. Atuamos hoje em 17 municípios na Grande BH e interior de Minas Gerais. A capacitação para pessoas com síndrome de down representa um grande avanço na inclusão social e produtiva”, disse.

Os alunos, por meio dos pais, vão receber ajuda de custo de R$9,00 por dia. O auxílio vai ser de acordo com o dia de aula frequentado. Além disso, todos receberão material escolar e uniforme. Para participar o aluno deve ter idade superior a 16 anos. As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de outubro na Secretaria de Assistência Social de Pedro Leopoldo.